Lego de Adulto

Photo by Yulia Matvienko on Unsplash

Eu até consigo montar móveis. Uma vez que eu entenda para onde vai cada coisa. E eu consigo montar qualquer móvel. Ok, talvez não um guarda-roupa, mas com certeza uma mesa de centro, um aparador de café e definitivamente uma escrivaninha. Mas mesmo que eu até consiga fazer isso sozinho, tem coisas que eu prefiro fazer acompanhado.

Pois meu melhor amigo saiu do trabalho numa sexta à noite fria para me ajudar a montar minha escrivaninha, que é também uma estante. Tem dois jeitos de montar que modificam o lado onde a estante fica. Isso faz o processo variar um bocado.

Ele leva jeito com desenho técnico, pelo menos melhor do que eu que precisei assistir alguns vídeos que não ajudaram em muita coisa. No fim, ele desvendou os mistérios das instruções em papel para montarmos a escrivaninha do lado certo que eu precisava. Foi como montar um lego de adulto misturado com um gigante quebra cabeça. Montamos e remontamos. No meio do processo, a gente se deu conta de que estávamos montando do lado errado, só para começar do zero de novo e descobrir que estava tudo certo desde o início. Foi talvez a hora e meia mais divertida que vivemos até então, rendeu quase duas horas de bate-papo furado numa hamburgueria depois. No fim da noite, voltei pra casa com a nada difícil missão de encher ela de tralhas — também conhecidas como as coisas que formam minha identidade.

Nas semanas que se seguiram, uma evolução metamórfica. Troquei o notebook que ficava em cima da mesa, comprei uma cadeira gamer pra acompanhar ela, um monitor secundário, testei a luminária em três pontos diferentes, o porta canetas de madeira rodou por toda parte, quadros saíram das prateleiras pra parede, um ukulele ficou em evidência até um amigo comprá-lo por um preço que pagou meu aparador de cantinho de café. Perfume, livros e uma action figure do Batman dividiram o mesmo espaço quando eu decidi incluir um aquário redondo pro Oliver, meu peixinho Beta, na decoração. A vela aromática que minha amiga fez, que não dá cheiro quando queima, e os três isqueiros que meu eu fumante precisa, o simples que funciona, o zipo que é só pra aparecer, e o de plasma que controla minha ansiedade.

Foi como construir uma vida nova, mas era só mesmo montar um móvel. Talvez a felicidade seja uma noite montando lego de adulto com amigos.

--

--

you wouldn’t even be here without triangles https://linktr.ee/otis.correa

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store